Evolution of the Human Desire for PleasureA evolução do desejo por prazer fez com que a humanidade sentisse uma necessidade constante de se desenvolver, inventar e descobrir coisas novas. Um desejo maior significa necessidades maiores, que rendem habilidades intelectuais e percepção mais aguçadas. O crescimento da vontade de receber gerou a evolução da humanidade das seguintes maneiras:

Primeiro, a vontade de desfrutar manifestou-se nos desejos físicos, tais como o desejo de alimentação, reprodução e família. Estes desejos existiram desde a aurora da humanidade. Mas porque o homem é um ser social, desejos adicionais evoluíram dentro de nós, chamados “desejos humanos” ou “desejos sociais”, tais como o desejo por riqueza, honra, soberania e fama. Estes desejos mudaram a face da humanidade, introduzindo classes sociais, sistemas hierárquicos e mudanças nas estruturas socioeconômicas.

Posteriormente, veio o desejo de desfrutar conhecimento. Este desejo manifestou-se na evolução da ciência, sistemas de educação e cultura. Os seus traços apareceram durante o Renascimento e continuaram pelas Revoluções Industrial e Científica, até ao dia de hoje.

O crescimento do Movimento Iluminista e o secularismo da sociedade foram outras manifestações do desejo por conhecimento. Este desejo requisitava que o homem compreendesse tudo sobre a sua realidade circundante. Desta forma, ele procurou mais e mais informação e quis investigar e controlar tudo.

Se observarmos a evolução humana na cultura, educação, ciência e tecnologia à luz do entendimento de que desejos conduzem todos estes processos, concluiremos que a evolução dos desejos também criou todas as nossas ideias, invenções e inovações. Todas elas são meramente ferramentas “técnicas”, “servos” que evoluíram para atender às necessidades que estes desejos criaram.

Este processo de evolução do desejo acontece não só no todo da humanidade ao longo da história; ela acontece nas vidas privadas de cada um de nós também. Estes desejos vêm à superfície em nós, um por um, numa variedade de combinações e direcionam o percurso das nossas vidas.

Na verdade, o motor interno que nos impulsiona para a frente e introduz os processos que se revelam na sociedade humana é na realidade o nosso desejo de desfrutar. A evolução dos nossos desejos é incessante e projeta tanto o nosso presente como o nosso futuro.